Você também tem dúvidas sobre o eSocial?

Com a necessidade de implantação do eSocial pelas empresas de todo o Brasil, muitas perguntas surgem sobre o assunto. Com os gestores não é diferente. Mesmo com a experiência acumulada em muitos anos de trabalho, as dúvidas são inevitáveis.

Na tentativa de ajudar os gestores e, também, as empresas que precisarão, em algum momento, passar por esse processo, o Canal Técnico entrevistou os autores do livro eSocial – Prático para Gestores, publicado pela Editora Érica. Mardele Eugênia Teixeira Rezende[1], Marilene Luzia da Silva[2] e Ricardo Alexander Gabriel[3] falam sobre as mudanças que podem acontecer para os gestores e quais seriam as vantagens e as desvantagens do eSocial.

Mudanças após o eSocial. Tire suas dúvidas!

Canal Técnico – Por que o eSocial é importante para uma boa gestão?

Autores – O eSocial é importante para a boa gestão por se tratar de uma exigência legal que, uma vez não cumprida, acarretará muitos passivos trabalhistas, previdenciários e fiscais para a organização.

Também é importante por estar alinhado à era digital, tornando mais ágil o envio das informações e permitindo mais transparência da prestação de contas junto aos órgãos governamentais e aos trabalhadores.

CT – Como o eSocial muda a rotina dos gestores?

Autores – Sabemos que a gestão de pessoas depende de vários aspectos, como a cultura e a estrutura organizacional. Além disso, são várias as influências externas que interferem na gestão, como legislação, condições econômicas e competitividade do negócio.

Os gestores, até então acostumados a trabalhar com um modelo burocrático de prestação de contas ao governo, terão, a partir de agora, que mapear e adaptar os processos para cumprir as exigências do eSocial.

Para isso, precisarão de sistemas atualizados e integrados, e pessoas engajadas e treinadas. Os gestores terão como desafio adotar a cultura do trabalho planejado, organizado e interdepartamental.

CT – Quais são as vantagens e as desvantagens do eSocial na gestão de equipes?

Autores – Como vantagens, podemos citar aspectos como a oportunidade de revisão dos processos internos, com responsabilidades mais claras para equipe; o compartilhamento de informações entre departamentos; e a transparência na prestação de contas, que demonstra uma forçada evolução ética e de responsabilidade social das organizações.

Já como fatores que dificultam a gestão interna do projeto podemos citar o excesso de informações exigidas pelo eSocial, aliado ao cenário imprevisível e turbulento vivido por uma organização.

Tudo isso deverá acarretar muito trabalho, acompanhado de muita pressão para o cumprimento dos prazos, e poderá afetar o clima organizacional das empresas.

Além disso, destacamos os investimentos em sistemas e treinamentos como uma desvantagem, já que a maior parte das organizações ainda está vivendo o reflexo de uma crise econômica.

CT – Serão necessárias mudanças culturais na empresa a partir da implantação do eSocial?

Autores – Sim. O maior impacto das novas exigências do eSocial será sobre a cultura e os processos das organizações. Essa mudança precisa vir de cima para baixo e, para isso, é necessário planejamento, tempo e esforço de alta direção e de todos os departamentos envolvidos, tanto na implantação quanto na gestão do eSocial.

CT – Quais são as expectativas de melhorias na gestão em relação à implantação do eSocial?

Autores – Otimização dos processos, transparência e agilidade das informações. Outro ponto importante será o nivelamento de todos os empregadores quanto ao cumprimento das obrigações legais, fator que deverá tornar a concorrência mais justa.

CT – Que recado ou dica vocês dariam para os gestores em relação ao eSocial?

Autores – Em primeiro lugar, é preciso conscientizar a alta direção da organização quanto à importância do eSocial e os desdobramentos do não cumprimento da exigência legal.

Depois, deve-se formar uma equipe multifuncional para trabalhar na implantação e na gestão do projeto, dividindo responsabilidades e compartilhando informações. É importante que o gestor mostre aos envolvidos as vantagens da mudança, para que todos colaborem para o sucesso da implantação do eSocial e da sua gestão.


[1] Especialista em Direito do Trabalho pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Trabalhou por mais de 20 anos como gestora de Recursos Humanos. Coordenou a participação da Resil Minas Indústria e Comércio no concurso Melhores Empresas para se Trabalhar no Brasil (Revista Exame); por três vezes, a empresa figurou na Lista das Melhores Empresas. Atuou como membro da Comissão de Negociação Coletiva da Federação da Indústria do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Atualmente é sócia-gestora da Faculdade AAS de Betim (MG) e coautora do livro Rotinas Trabalhistas, publicado pela Editora Érica. Foi docente no Senac.

[2] Formada em Ciências Econômicas, com especialização em Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Atua na área de Administração de Recursos Humanos há mais de 20 anos, em empresas de autopeças, comércio varejista, multinacional do setor químico e no ramo de material de construção. É autora do livro Administração de Pessoal e coautora do livro Rotinas Trabalhistas, ambos publicados pela Editora Érica. Atuou como docente em cursos de Administração do Senai-SP.

[3] Especialista em Banco de Dados pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e em Análise de Sistemas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e tem MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Possui sólida experiência na área de Tecnologia da Informação de grandes empresas. Atuou como analista de sistemas/projetos e administrador de sistemas e banco de dados; e participou de diversos projetos para implantação de folha de pagamento, ponto, sistemas de saúde, engenharia, entre outros. Atualmente, trabalha na Superintendência Administrativa Financeira (Siaf) da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), sendo um dos responsáveis pela implantação do eSocial da entidade.

2 comentários para “Você também tem dúvidas sobre o eSocial?”

    1. Olá, Kelly. Tudo bem? A Editora Érica e a Editora Saraiva são do grupo Somos Educação, uma das maiores empresas de educação do Brasil. Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *