5 vantagens e desvantagens do EAD no ensino técnico

A educação à distância – também conhecida como EAD – já é uma realidade no Brasil e tem crescido a níveis consideráveis ano a ano. Sem a necessidade de o aluno comparecer à sala de aula rotineiramente, instituições de ensino preparam cursos e aulas para serem ministrados online, em uma plataforma digital pela qual alunos e professores conseguem interagir.

No ensino técnico não tem sido diferente. A educação profissionalizante brasileira também vem aderindo cada vez mais ao modelo. Com isso, surgem novas discussões sobre as reais vantagens e desvantagens que o ensino não presencial pode proporcionar aos estudantes que buscam a formação técnica.

EAD como novo modelo de aprendizagem

Atualmente, os momentos online e offline das pessoas estão cada vez mais entrelaçados. Difícil pensar em uma única atividade do dia a dia que esteja 100% desconectada e longe dos dispositivos móveis.

Diante dessa discussão, cada vez mais comum, a educação não pode e nem deve ficar de fora. Até pouco tempo, por exemplo, não era permitido o uso da tecnologia em sala de aula – nem mesmo como forma complementar de aprendizado. O uso de celulares nunca foi encorajado em classe.

No entanto, essa forma de pensar tem sido questionada conforme avança a ideia de que recursos tecnológicos podem, sim, ser fortes aliados na educação brasileira — seja no modelo tradicional de ensino, presencial, ou à distância.

A possibilidade de o aluno não precisar comparecer todo dia à instituição abriu novos horizontes e opções para a formação das pessoas. Neste sentido, a locomoção deixa de ser o maior impeditivo para quem quer estudar mas não consegue ou não encontra tempo.

Ainda assim, há pontos que merecem ser levados em consideração. A banda larga brasileira dá conta de atender à demanda? Muitos cursos online exigem muitas horas de uso da internet. Além disso, como fica a qualidade do ensino quando as aulas ocorrem exclusivamente dentro do ambiente virtual?

Pensando nessas e em outras dúvidas muito comuns, elencamos abaixo as principais vantagens e desvantagens que o modelo de ensino à distância pode proporcionar à educação técnica. Confira!

3 vantagens do ensino técnico à distância

1. Reduz o tempo de locomoção a quase zero

A locomoção pode ser uma grande dor de cabeça para o aluno que mora longe da instituição de ensino. Para quem pensa em estudar de manhã, acordar muito cedo – antes mesmo do dia raiar – é muito comum.

Já as pessoas que trabalham e querem estudar à noite também enfrentam dificuldades para chegar pontualmente na aula – fora o trajeto da volta para casa depois, que tende a ser mais perigoso e ainda mais demorado.

Neste sentido, o EAD elimina a necessidade de deslocamento do aluno. Fazendo tudo de casa, economiza-se tanto no tempo quanto nos gastos com a mobilidade até a sala de aula.

O mais comum é que o estudante compareça à instituição de ensino somente em dias de prova ou em alguma situação especial.

2. Os cursos são bem mais baratos que os presenciais

Além da economia nos gastos com transporte, os cursos EAD também são uma opção mais barata em comparação aos cursos presenciais – tanto para o aluno quanto para a instituição de ensino.

Isso porque a tecnologia requer menos recursos financeiros do que as estruturas tradicionais das salas de aula, que vão desde carteiras e lousas até a propriedade de instalação da escola.

Nos modelos de educação à distância, continua-se pagando o mesmo salário para os educadores, mas, quanto aos alunos, disponibiliza-se o acesso de uma plataforma online para que eles possam fazer as aulas.

3. Para os tímidos, é mais fácil se comunicar de forma online

Uma realidade das salas de aula – ainda mais quando se é novo na instituição de ensino – é a timidez de alunos que gostariam de participar mais das aulas, mas não se sentem confortáveis para isso.

Quando a aula acontece no ambiente virtual, pessoas tímidas sentem-se mais seguras para se posicionar durante as aulas sem se sentirem expostas.

Podemos dizer que essa questão se relaciona na mesma linha da primeira vantagem do EAD, que diz respeito à redução da locomoção. O ensino à distância acaba ampliando as opções de estudos para pessoas que possuem diferentes razões para não conseguirem complementar sua formação.

2 desvantagens da educação técnica à distância

1. É necessário ter disciplina para organizar os estudos

Como dito anteriormente, também devemos levar em consideração possíveis desvantagens da educação à distância, até para que eventuais problemas possam ser antecipados e minimizados.

Levando a sala de aula para casa, é possível dizer que o contato entre professor e aluno acaba sendo afetado — muitas vezes negativamente, ainda mais se a instituição de ensino não abrir um canal de comunicação eficiente entre eles.

Por mais que o conteúdo seja o mesmo, também é necessário que o estudante tenha disciplina para absorver o conhecimento disponível e estudar sempre que necessário para efetivamente tirar o melhor proveito possível do curso.

Estudando à distância, o acompanhamento educacional acaba sendo menos presente. Assim, para que a formação EAD seja frutífera para a vida profissional do aluno, é necessário que ele tenha disposição para contornar essa distância com os educadores.

No entanto, é preciso ressaltar que nem todo aluno consegue lidar com isso da melhor forma. Nestes casos, o EAD pode não ser a melhor opção para ele.

2. Dependência do equipamento do aluno

O EAD é um modelo de ensino muito atrelado à tecnologia. Por isso, é necessário que alunos e professores tenham equipamentos de uma determinada qualidade para que a experiência online seja proveitosa. Computadores que travam, por exemplo, certamente são um empecilho para a vida do aluno que tenta assistir às aulas.

Além disso, é necessário ter uma boa conexão de internet para rodar as plataformas online das instituições de ensino. Caso ela seja muito lenta, é capaz que o portal de aulas nem sequer abra no computador do aluno.