Aula high tech: o uso da tecnologia na aprendizagem

Apesar de ainda ser muito importante em sala de aula, o tradicional quadro negro, aos poucos, vem dividindo espaço com novas plataformas e recursos – principalmente tecnológicos – na missão de ajudar o professor a atrair a atenção dos alunos para o aprendizado.

Professores que acompanham a evolução na forma de ensinar e que já introduziram a tecnologia na sala de aula já percebem alunos menos dispersos e mais motivados, o que facilita o processo de aprendizagem.

Para Tânia Medeiros, coordenadora pedagógica do Sistema Maxi de Ensino, “as crianças já são totalmente conectadas com o mundo por meio de seus celulares, tablets, notebooks e outros dispositivos móveis. Para acompanhá-los, cada vez mais as escolas precisam inovar suas metodologias de ensino, de forma a introduzir todo esse aparato como um parceiro do professor”.

A tecnologia em sala de aula, inclusive, ajuda a atender às diferentes formas que os alunos têm para assimilar conteúdo. “Há estudantes que precisam de recursos visuais para memorizar a aula; há quem seja mais auditivo e que, por meio de podcasts e outras ferramentas, absorva melhor a mensagem do professor; e existem os cinestésicos, que precisam de ação para assimilar os estudos. A tecnologia se encaixa muito bem em todas essas formas”, detalha Tânia.

Novos recursos de aprendizagem

Os materiais didáticos também vêm se beneficiando bastante das inovações da tecnologia. No Sistema Maxi, algumas apostilas trazem um QR Code, que pode ser acionado por celular para abrir vídeos e outros materiais de apoio ao assunto que está sendo estudado.

“Esse tipo de ação mantém o aluno conectado com o aprendizado mesmo fora da sala de aula, o que o ajuda a fixar o conteúdo transmitido pelo professor”, diz a pedagoga.

No entanto, para que a tecnologia realmente funcione como recurso para atrair e reter a atenção do aluno, Tânia Medeiros alerta para a necessidade de melhor preparação do professor.

“Eles devem se capacitar para utilizar os recursos tecnológicos da melhor forma, integrando diversas estratégias de ensino na aplicação de conteúdo didático e usando o conceito de aula high tech no momento certo, com fundamento e objetivos educacionais claros”, diz. “Docentes que não se capacitarem para esses novos modelos de ensino terão dificuldades em lecionar no futuro”, conclui.

Fonte: adaptado do Blog Rede de Experiências

2 comentários para “Aula high tech: o uso da tecnologia na aprendizagem”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *