5 passos para o sucesso da sua campanha de matrículas

Conquistar novos alunos é uma tarefa árdua para todas as instituições de ensino (IE). São muitas as dificuldades encontradas na tentativa de fazer novas captações e até mesmo reter os alunos que já estão matriculados.

Se alguém pensa que as barreiras são restritas a um determinado mercado educacional, como o superior, está enganado. Escolas de educação infantil, ensino médio, educação técnica e profissionalizante e IE superior têm as mesmas preocupações.

A diminuição no número de matrículas, que aconteceu tanto por falta de interesse dos alunos quanto por motivações financeiras, muitas vezes ocasionada pelo desemprego, impõe novos desafios às instituições, que passam a se questionar sobre como obter sucesso em uma nova campanha de matrículas, onde e como encontrar novos alunos, como fidelizar os estudantes que elas já possuem, entre outros.

Estes são questionamentos constantes e merecem boas respostas, pois é a partir delas que será possível traçar a melhor estratégia de captação e retenção para sua IE.

Se pensarmos em uma escola técnica, por exemplo, os cursos geralmente são procurados por alguém que queira uma qualificação mais rápida para entrar no mercado de trabalho ou uma nova formação para ter mais e melhores oportunidades no local em que trabalha ou mesmo em outra empresa.

Nesse sentido, é interessante ressaltar as chances de empregabilidade de um determinado curso ou as possíveis áreas de atuação profissional. Dessa maneira, o futuro aluno consegue enxergar as vantagens daquela formação para sua vida.

Este é apenas um exemplo para entendermos como é possível chamar a atenção do público-alvo. A seguir, definimos um passo a passo com cinco etapas que facilitarão o planejamento de sua próxima campanha de matrículas e o ajudarão a obter sucesso.

5 passos para ter uma campanha de matrículas de sucesso

 1. Defina seu público-alvo

Para começar, é necessário identificar seu público-alvo: quem você quer alcançar e onde essa pessoa está. Essa definição é muito importante para entender como seu público funciona e de que forma seria mais fácil chamar sua atenção.

Atualmente, as informações necessárias sobre o público-alvo vão muito além da faixa etária e da situação socioeconômica; é preciso saber, entre outras coisas, o que ele faz, quais ambientes frequenta, como se informa, quais são as suas necessidades, seus desafios e seus objetivos.

Essa pode parecer uma tarefa fácil, mas não é tão simples assim. Envolva pessoas de várias áreas e com opiniões diferentes para enriquecer o levantamento de informações. Mesmo que a equipe da escola seja enxuta, é importante que professores, coordenadores, direção e equipe de marketing e/ou comunicação estejam envolvidos nesse processo.

Com esses dados, é possível saber como sua escola pode ser fundamental para o alcance dos objetivos ou para a concretização dos sonhos de seu potencial aluno.

 2. Chame a atenção de seu público-alvo

Após a definição do público-alvo, é hora de pensar na melhor maneira de chamar sua atenção. Investir em peças de marketing que podem ser usadas em redes sociais, sites e mídias eletrônicas pode ser uma boa opção.

Mas também não podem ser descartadas técnicas como o boca a boca, que, além de possibilitar a conquista de novos alunos, também contribui para a fidelização de estudantes já matriculados.

Com muitas pessoas falando bem a respeito de uma IE e seus cursos, um aluno se sente prestigiado por estudar lá e fazer parte daquele grupo.

Mas, para isso, a escola deve garantir a qualidade de seus cursos com a utilização de um bom material didático, professores engajados e motivados com o ensino, um ambiente agradável e propício ao aprendizado, e diferenciais, como visitas técnicas em empresas ou seminários, nos quais profissionais da área falam diretamente com os alunos.

Também é muito importante sempre ouvir os estudantes já matriculados na escola, uma vez que eles funcionam como uma espécie de termômetro em relação às ações planejadas e executadas para captação e retenção de alunos.

Lembre-se sempre de que ele faz parte do seu público-alvo e pode dizer como e onde gostaria de receber mais informações sobre educação técnica, profissionalizante, cursos livres ou outras formações que possam ser ofertadas pela IE.

 3. Destaque seus diferenciais

Para atrair cada vez mais a atenção de novos alunos, além de ter uma divulgação assertiva e que lhe traga bons resultados, é sempre importante destacar os diferenciais de sua escola ou de seus cursos.

Se você está em uma grande cidade como São Paulo, estar próximo a uma estação de metrô ou trem pode ser considerado um importante diferencial, pois isso torna a locomoção até a IE mais fácil e rápida, uma vez que é comum haver congestionamentos em horários de pico.

Outro diferencial pode ser a metodologia utilizada nos cursos. Se você obtém bons resultados de rendimento dos alunos, a evolução do aprendizado é notória; além disso, a alta taxa de empregabilidade entre estudantes e ex-alunos pode ser um ótimo argumento para chamar a atenção para sua escola.

Leve sempre em consideração o que sua IE tem de bom ou em que aspecto ela pode se destacar. Aqui, vale uma pesquisa com funcionários, alunos e ex-alunos, como: “Em sua opinião, o que a nossa escola tem de bom e o que poderia ser melhorado?”

 4. Leve seu público-alvo até a IE

Ao descobrir seus diferenciais, fica mais fácil criar uma boa estratégia para captação e retenção de alunos. Durante sua campanha de matrículas, convide os interessados para conhecerem sua estrutura e seu corpo docente. Para isso, podem ser criadas algumas atividades específicas por curso e temas de interesse.

Se você tem o curso técnico de enfermagem, por exemplo, faça um convite para uma aula prática ou para uma visita guiada em seus laboratórios, com uma palestra de um professor ou ex-aluno que está no mercado de trabalho.

Aproveite a oportunidade para entregar algum material sobre o curso ou a IE, fale da metodologia aplicada e porque ela é importante, quais resultados já foram conquistados e como ela pode ser um diferencial na busca por uma oportunidade de trabalho.

Sobre cursos técnicos, uma coisa é fundamental: fale e mostre como o curso funciona na prática. O aluno do curso técnico sempre cria uma expectativa muito grande em relação à prática, porque ele tem em mente que sairá pronto para o mercado de trabalho.

Esse pode ser um fator decisivo para um aluno que ainda está em dúvida sobre qual IE escolher para realizar a matrícula.

 5. Faça a matrícula do seu novo aluno

Com a definição certa do público-alvo, uma campanha assertiva para captação e retenção de alunos, e encantando os interessados com seus diferenciais, o próximo passo será fazer a matrícula e começar as aulas.

Para garantir que o aluno se matricule na IE, podem ser ofertados descontos até determinada data, o que costuma a funcionar como um estímulo para a antecipação da matrícula no curso.

O desconto pode ser concedido somente na taxa de matrícula ou ser estendido para todo o curso, por exemplo; é possível, ainda, realizar um sorteio entre os matriculados para que a primeira mensalidade seja gratuita.

Essas ações, principalmente quando abrangem descontos ou gratuidades, devem ser muito bem avaliadas e envolver o financeiro da escola para que se trabalhe de forma consciente, de modo a evitar prejuízos para a IE.

É muito importante manter um canal de contato direto com o futuro aluno para que possíveis dúvidas possam ser solucionadas. A velocidade com que a resposta é dada também deve ser observado.

Lembre-se sempre que existem concorrentes no mercado e que a prontidão e a disponibilidade no atendimento podem fazer a diferença.

Parece fácil, mas não é

O processo não é tão fácil de ser realizado e sabemos que são muitas as situações que aparecem ao longo do caminho. A IE precisa ter em mente que, uma vez definida a estratégia de captação e retenção de alunos, as ações devem ter os resultados mensurados para que se saiba o que está funcionando ou não.

Essa é a melhor maneira para garantir um crescimento contínuo e consistente. Além de conquistar mais matrículas, a escola passa a ser conhecida por um número maior de pessoas e as chances de ser lembrada quando alguém quiser ou tiver a necessidade de fazer um curso técnico são maiores.

Planeje sempre suas campanhas de matrícula e conte com parceiros, como a SOMOS Ensino Técnico, que possam ajudá-lo em todo esse processo.

3 comentários para “5 passos para o sucesso da sua campanha de matrículas”

  1. Informação excelente para, nós gestores, encontrarmos uma saída na diminuição da retenção e evasão, fato que nos aflige todos os anos.

    1. Reginaldo, tudo bem? Obrigada pelo comentário.
      Queremos saber o que mais você gostaria de ver no nosso blog. Fique à vontade para sugerir temas, entrevistas e tudo mais que possa ajudar seu trabalho como gestor. 🙂
      Equipe Canal Técnico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *